Parceria entre Estado, municípios e CIEE leva oportunidades de trabalho para jovens do interior sergipano

Secretarias de Assistência Social farão a triagem de jovens socialmente vulneráveis para vagas do Programa de Aprendizagem do CIEE

Com o objetivo de captar jovens do interior sergipano para vagas de aprendizagem profissional e de estágio disponibilizadas através do Centro de Integração Empresa/Escola (CIEE), a Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (SEIAS) promoveu, na última quarta-feira, 7, Reunião de Articulação Intersetorial entre a instituição e gestores socioassistenciais municipais, através da plataforma virtual Google Meet. O intuito é alcançar jovens que estão em situação de vulnerabilidade social e são atendidos por serviços do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) em nove municípios – Aquidabã, Canindé de São Francisco, Carira, Cristinápolis, Gararu, Itabaianinha, Itaporanga, Japaratuba e N. Sra. de Lourdes –, onde há disponibilidade atual de vagas.

A coordenadora estadual de gestão do SUAS na SEIAS, Marirôze Vilanova, conta que é fundamental promover ações articuladas para desenvolvimento de jovens em situação de pobreza ou extrema pobreza. “Esses jovens precisam do nosso reconhecimento enquanto sujeitos de direitos, e do acesso a políticas de aprendizagem que venham a fomentar sua proteção integral. A Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social agradece ao CIEE pelo compromisso para com a aprendizagem desse público. O momento pede ampliação dessas vagas. Estado, sociedade, instituições e empresariado precisam reafirmar esse compromisso, que se constitui numa estratégia para a redução da pobreza em nosso estado”, ressaltou Marirôze.

Programa de Aprendizagem

Através do Programa de Aprendizagem do CIEE, são disponibilizadas, para os nove municípios, vagas para a área Administrativa, com contrato de 20 horas/semanais, ou seja, 4 horas/dia, principalmente no turno da manhã. “O CIEE possui dois programas de inserção no mercado de trabalho: o de Estágio e o de Aprendizagem, que atualmente tem vagas nessas cidades. O Programa de Aprendizagem tem o diferencial de possuir vínculo empregatício, com contratação por CLT, registro na carteira de trabalho e todos os direitos previdenciários e trabalhistas, como INSS, FGTS, férias e 13º salário. Apesar de atualmente não termos vagas para o Programa de Estágio, aproveitamos esse momento para também encontrar esses estudantes, que podem se cadastrar através do nosso portal www.ciee.org.br”, ressaltou o supervisor do CIEE, Franklim Nunes.

A técnica responsável pelas admissões do CIEE, Monalisa Magalhães, indicou para os gestores municipais qual é o perfil buscado para o Programa de Aprendizagem: “Precisamos do auxílio dos municípios para, até a próxima segunda-feira (12), fazer a triagem dos jovens que tenham este perfil: de 16 a 21 anos, acompanhados pela rede socioassistencial do município, que sejam estudantes de escola pública a partir do 9º ano, e ainda não tenham ingressado em nível superior. Além disso, eles precisam ter renda per capita inferior a meio salário mínimo, Carteira de Trabalho (física ou digital) e, para rapazes maiores de 18 anos, certificado de reservista do Exército Brasileiro com dispensa”, explicou.

Parceria para triagem de jovens

Os municípios se unirão à parceria fazendo a busca ativa dos jovens que se encaixam no perfil do Programa de Aprendizagem do CIEE. A secretária municipal de Assistência Social de Aquidabã, Nivea Nascimento, foi uma das gestoras que participou da Reunião de Articulação Intersetorial e relembrou outras parcerias com o CIEE destinadas aos jovens do município. “Já tivemos vagas do CIEE aqui em Aquidabã e foi muito bom. Temos uma adolescente que relata até hoje como foi importante para a sua vida profissional. Continuamos nesta parceria e agradecemos pela oportunidade”, disse Nivea Nascimento.

Outros gestores também participaram do encontro, como a secretária municipal de Inclusão, Trabalho e Desenvolvimento Social de Canindé de São Francisco, Edilma Lins. Para ela, o projeto é muito importante, em especial, neste período de pandemia. “Estaremos empenhados para identificar os jovens, principalmente do nosso Serviço de Convivência. Parabenizo a todos pela iniciativa”. A secretária municipal de Assistência Social de Cristinápolis, Elielma Quintela, também reforçou: “Esta é uma oportunidade para que nossos jovens se destaquem e ocupem locais de aprendizado profissional para que, no futuro, tenhamos mais profissionais que permaneçam em nosso município”, concluiu.

Última atualização: 8 de abril de 2021 11:59.

Pular para o conteúdo