LIVE destaca autocuidado da mulher como a chave para prevenir câncer de mama

Encontro virtual fez parte da campanha do Outubro Rosa da Seias e teve a participação de enfermeiras do sistema público de saúde

A “Saúde da Mulher no Outubro Rosa: a integralidade do cuidado feminino” foi tema da LIVE promovida pela Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seias), na última quarta-feira, 21. O encontro virtual contou com a participação da enfermeira Cristiani Borges – gestora do Ambulatório de Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Aracaju –, e também da enfermeira Kátia Valença – técnica da diretoria de Atenção Primária à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES). A mediação da LIVE ficou por conta da assessora da coordenadoria estadual de Políticas para Mulheres da diretoria de Inclusão e Direitos Humanos (DIDH) da Seias, Valdilene Oliveira Martins. O debate aconteceu na página do YouTube SEIAS SE e continua disponível para visualização no mesmo canal.

O autoconhecimento físico, psicológico e social, e sua importância para a qualidade de vida das mulheres foram algumas das questões levantadas pelas convidadas. “Debater a temática do Outubro Rosa e fazer uso de todos os canais possíveis tem grande importância para a promoção da saúde, a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. Isso proporciona à mulher maior possibilidade de tratamentos menos invasivos, evitando mutilações ou até mesmo a morte. Destaco também uma maior chance de cura e sobrevida com qualidade de vida, pois não basta sobreviver ao câncer, é preciso viver bem durante e após o câncer”, disse a enfermeira Kátia Valença. O público interagiu em tempo real através do chat, enviando perguntas sobre procedimentos após o diagnóstico de câncer, relações com familiares e apoio em ambientes de trabalho e no lar.

Para Valdilene Martins, mediadora do encontro, promover debates e campanhas acerca do Outubro Rosa é fundamental para desmistificar o fato de que a mulher é somente cuidadora dos outros. “A mulher também pode ser cuidadora de si mesma. É normal que uma mulher cuide da sua saúde, do seu bem-estar psicológico, do seu bem-estar social, que ela procure os seus direitos. Então, é necessário que a mulher entenda que não é egoísmo ela se priorizar. Quanto melhor ela estiver, melhor ela também poderá cuidar dos outros, como crianças, pais, irmãos ou qualquer outra pessoa. A prioridade é o autoconhecimento, conhecer o seu corpo, se conhecer e ter intimidade consigo mesma, pois isso ainda é um tabu em nossa sociedade. É fundamental que a gente traga isso à tona, para que todas as mulheres percebam que elas são seres humanos que precisam de cuidado e tempo para si”, destacou.

A gestora do Ambulatório da Saúde da Mulher em Aracaju, Cristiani Borges, explica que a campanha do Outubro Rosa enfatiza a importância da prevenção durante este mês. Porém, ela conta que o trabalho da Saúde para divulgar a importância do diagnóstico precoce é constante o ano inteiro. “Promover o diálogo sobre autocuidado feminino como forma de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama é uma boa forma de divulgar informações e esclarecimentos sobre a doença e a rede de cuidados. Quanto mais empoderarmos as mulheres para o cuidado do corpo e a busca de cuidados com a saúde, melhor serão os desfechos no diagnóstico e tratamento deste tipo de câncer, que pode ser curado se descoberto precocemente”, concluiu.

A Seias apoia essa campanha e ressalta a importância do autocuidado e do autoconhecimento do próprio corpo. A prevenção e o diagnóstico precoce são as principais ações contra o câncer de mama.

Última atualização: 23 de outubro de 2020 09:09.

Pular para o conteúdo