Governo busca sinergia entre secretarias de Estado para melhoria da qualidade da Educação

Convocados pela vice-governadoria do Estado, gestores e técnicos das pastas da Saúde (SES), da Inclusão Social e do Trabalho (Seit) e da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) discutiram estratégias para a execução conjunta de ações voltadas à melhoria da qualidade do ensino público ofertado à sociedade. Em reunião de trabalho realizada na última quinta-feira, 23, a vice-governadora do Estado, Eliane Aquino, discutiu com os gestores das secretarias de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), Josué Modesto, e da Inclusão Social e do Trabalho (Seit), Leda Vasconcelos, propostas de convergência de ações em iniciativas, projetos e programas governamentais que possuem interfaces comuns às áreas de atuação das duas pastas.

De acordo com Eliane Aquino, a Educação é área prioritária de atuação do governo de Sergipe e, por este motivo, tem se buscado ampliar a integração e a interação entre as secretarias de Estado, de modo que os órgãos aprofundem o estreitamento de suas atuações conjuntas, no sentido de convergir esforços para a melhoria da qualidade do ensino público ofertado à sociedade. “Vamos firmar um pacto pela Educação e integrar todas as nossas políticas públicas voltadas às crianças e adolescentes em idade escolar, público atendido pela Educação”, destacou a vice-governadora do Estado, ao afirmar que o trabalho isolado de cada pasta dificulta a sinergia entre os diversos órgãos governamentais. “Por isso entendemos que, por meio da intersetorialidade, podemos avançar muito”, frisou.

Durante o encontro, o superintendente executivo da Educação, professor Ricardo de Santana, apresentou aos gestores e às equipes técnicas da Seduc, da SES e da Seit os programas e projetos desenvolvidos pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura com interfaces na área social.

Para Josué Modesto, na área da Educação, também como em outras áreas, como Saúde e Assistência Social, o Estado deve buscar atuar sempre em intenso regime de colaboração com os municípios sergipanos. “O foco principal das nossas ações é aprendizagem dos nossos estudantes”, completou o titular da Seduc, ao explicar que um estudante pode apresentar dificuldade de aprendizado por motivos não necessariamente relacionados à área de atuação da Educação, como a baixa acuidade visual, ou até mesmo por sofrer algum tipo de violência, exemplificou, para justificar a sinergia proposta pela vice-governadoria.

Segundo a professora Lêda Vasconcelos, secretária estadual de Inclusão Social e do Trabalho, a intersetorialidade entre os diversos órgãos governamentais é fundamental para construção de ações e fluxos de atendimento à população público da Educação. “Precisamos exercitar cada vez mais o diálogo entre as secretarias e conversar fora das ‘nossas caixinhas´”, disse. Como encaminhamento prático, a reunião resultou na formação e grupos de trabalho intersetoriais, que darão continuidade ao aprofundamento do diálogo intersetorial e formularão conjuntamente metas e estratégias de atuação para da Educação pública em Sergipe.

|Fonte: Seduc.
|Fotos: Danillo França.

Última atualização: 24 de maio de 2019 18:48.

Pular para o conteúdo