Forró ao vivo e cardápio especial comemoram o São Pedro no Restaurante Padre Pedro

Feijoada completa, pé de moleque de sobremesa e autêntico forró pé de serra do trio ‘Mamutão & Forró Arretado’ fizeram parte do almoço desta sexta-feira (28), véspera de São Pedro, no Restaurante Popular Padre Pedro, que oferece refeições diárias ao preço simbólico de um real. O equipamento é mantido pela secretaria de Estado da Inclusão Social (Seit) em Aracaju, servindo 2.250 refeições diárias entre almoço e jantar. Quando se aproximam as datas festivas, a equipe prepara cardápios diferenciados com atrações artísticas, distribuição e sorteio de brindes especiais aos usuários.

Para que todos possam acessar as refeições, o Padre Pedro distribui senhas preferenciais para idosos e dispõe de uma entrada acessível para pessoas com deficiência. “A gente que tem deficiência não pode ficar na fila e é muito bom ver essa preocupação aqui, porque a gente necessita mesmo. A comida aqui é boa e, com um dia especial como hoje, fica melhor ainda”, comentou o aposentado Luiz Batista, 62, que frequenta o restaurante há cerca de 10 anos.

Acácia Lima é a técnica em nutrição que faz o controle de qualidade no restaurante, através da análise sensorial diária do alimento quando chega da empresa terceirizada. Ela informa que, no almoço, são cerca de 1.500 refeições diárias, enquanto no jantar, são atendidas 750 pessoas. “Hoje também teremos cardápio especial no jantar, com macaxeira e mugunzá. Sempre quanto tem uma data festiva, a gente tenta pôr algum alimento especial e eles gostam muito”, explicou.

A vendedora ambulante Ivete Lima sempre almoça no Padre Pedro. Frequentadora desde quando o restaurante começou a operar, ela revela que a comida tem ficado melhor a cada dia. “Sempre quando chegam as festas o público aumenta bastante. Gostei da feijoada e da comemoração a São Pedro”. O comentário de seu José Oliveira, 63 anos, seguiu a mesma linha. “A comida sempre é boa, por isso, volto sempre”, ressaltou o aposentado, que toda semana está no Padre Pedro.

Já Jorge Luiz Oliveira trabalha com reciclagem e vai ao Padre Pedro por intermédio do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Centro Pop). Para ele, ao mudar o cardápio, quem sai ganhando são os frequentadores. “A iniciativa foi boa, porque o povo vai comer melhor. Eu recomendo,  principalmente para quem está desempregado”, conclui.

O Restaurante Popular fica na esquina localizada entre as avenidas Dr. Carlos Firpo e Coelho e Campos, no centro da Capital. Funciona de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h para o almoço, e das 17h às 19h para o jantar.

|Fotos: Pritty Reis

Última atualização: 28 de junho de 2019 17:34.

Pular para o conteúdo