Campanha contra o assédio alcança mais de 5 mil pessoas durante o FASC

Ação foi realizada pelo Governo de Sergipe, em parceria com a Prefeitura de São Cristóvão e a OAB

Em balanço realizado após a ação de conscientização ‘Todxs por Todas – FASC sem violência contra a mulher’, realizada no 36º Festival de Artes de São Cristóvão – FASC (de 14 a 17 de novembro), a coordenadoria da Mulher da Secretaria de Estado da Inclusão, da Assistência Social e do Trabalho (SEIT) estima que cerca de 5.500 pessoas foram alcançadas pela campanha, recebendo kits de porta-bebidas, adesivos, panfletos e sendo atendidas pelo Ônibus Lilás. Estacionada na Praça São Francisco, a unidade móvel ofereceu atendimento jurídico e psicossocial para mulheres, gratuitamente, durante os dias do evento.

Através de um quizz com perguntas e respostas, a equipe da campanha interagiu com o público, levando conhecimentos sobre os sinais de importunação sexual e os caminhos de acesso à rede de atendimento à mulher. “A Lei de Importunação Sexual (Lei nº 13.718) é recente, entrou em vigor em setembro de 2018. A nossa campanha teve o objetivo de trazer uma sensibilização para toda a sociedade, não somente para as mulheres, justamente pelo sentido macro do que precisamos combater. Atingimos um bom quantitativo de pessoas, a resposta da população foi maravilhosa”, disse a referência técnica de políticas para mulheres da diretoria de Direitos Humanos da SEIT, Linei Pereira.

As pessoas que acertaram o quizz foram contempladas com porta-bebidas contendo frases de impacto contra o assédio, confeccionados pelas internas do Presidio Feminino – Prefem, através da parceria com a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc). A estudante Queren Araújo foi uma das ganhadoras e destacou a importância de ações como esta. “É necessário que haja sempre a divulgação do que nós, mulheres, passamos no dia a dia. Sofremos assédio constantemente. Eu já fui casada, e meu companheiro tentou me agredir. Esse aparato disponível no Ônibus Lilás é muito importante”, disse. O estudante Claudney Santos também participou da ação e disse: “No quizz, aprendi sobre o assédio e as formas como ele acontece. Isso é muito interessante, pois tem muita gente que ainda não sabe o que é o assédio a importunação sexual”, avaliou.

No Ônibus Lilás, foram oferecidos atendimento jurídico, psicológico e social, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe (OAB/SE) e com a Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria de Assistência Social e do Trabalho. “O Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, mantido pelo município, faz o acompanhamento das mulheres vítimas de violência. Nesse sentido, as assistentes sociais que trabalham no CREAS também estão aqui dando suporte no Ônibus Lilás, realizando atendimentos psicossociais. Como esta é uma festa de grande circulação, é muito importante conscientizar o máximo de pessoas possível. A parceria com o Estado, que faz o papel educativo e instrutivo junto ao Ônibus Lilás, é fundamental para fortalecer as nossas ações”, destacou a diretora dos programas especiais vinculados à Coordenadoria da Mulher do município, Ana Flávia Oliveira.

|Fotos: Pritty Reis

Última atualização: 20 de novembro de 2019 11:29.

Pular para o conteúdo